Ativar JavaScript Multimídia | Portal Regional da BVS
Portal Regional da BVS

Portal Regional da BVS

Virtual Health Library (VHL = BVS) – integrated search with LILACS and VHL databases

Coletiva de imprensa: anúncios do Governo 15/03/2021

Press conference: Government announcement - 03/15/2021

https://www.youtube.com/watch?v=mpMzvdemvgA&ab_channel=GovernodoEstadodeS%C3%A3oPaulo

Coleção: Vacina - COVID-19 - Gov/SP

O Governador João Doria anunciou nesta segunda-feira (15) que o Governo de São Paulo vai ativar mais um hospital de campanha no Centro da cidade de São Paulo, oferecendo mais 180 leitos exclusivos para casos graves de COVID-19. “O Governo do Estado de São Paulo está equipando, preparando o hospital de campanha. Serão 900 profissionais que atuarão neste hospital, que estará operando até o final deste mês”, afirmou Doria. “Quero renovar o agradecimento ao empresário que cedeu o prédio, sem nenhum ônus, ao Governo de São Paulo para que pudéssemos começar a montagem deste hospital de campanha, com melhores condições físicas, de trabalho e de atendimento”, completou o Governador. Entre os leitos, 50 serão de Terapia Intensiva para atender pacientes graves que precisam de intubação e recursos mais complexos, atuando como referência para a Grande São Paulo e outras regiões próximas, se necessário. Outros 130 leitos serão de enfermaria. O novo serviço, batizado de Hospital de Campanha Metropolitano, será ativado gradativamente em prédio privado localizado no bairro da Santa Cecília oferecido ao Governo. A Secretaria de Estado da Saúde selecionará nesta semana a Organização Social de Saúde (OSS) que será responsável por operacionalizar o hospital em parceria com a pasta. Serão investidos R$ 12 milhões por mês para custeio e montagem do novo serviço, que deve entrar em funcionamento a partir do dia 31 de março. No total, 900 profissionais atuarão no hospital, entre eles cerca de 150 médicos, além de enfermeiros, técnicos e funcionários administrativos. Com o novo serviço, serão 193 leitos de UTI e 215 de enfermaria distribuídos entre o Metropolitano e os demais 11 hospitais de campanha anunciados neste mês pelo Governo de SP. A Secretaria de Estado da Saúde também mantém outros quatro hospitais de campanha instalados ainda em 2020, que somam mais 65 leitos de enfermaria e 59 de UTI. O resumo com as informações anunciadas durante a entrevista coletiva desta segunda-feira. O Governador João Doria acompanhou nesta segunda-feira (15) a liberação de mais 3,3 milhões de doses da vacina do Instituto Butantan contra o coronavírus ao PNI (Programa Nacional de Imunizações) do Ministério da Saúde. Com o novo carregamento, o total de vacinas oferecidas pelo Butantan ao PNI chega a 20,6 milhões de doses desde o início das entregas, em 17 de janeiro. “Na quarta-feira, dia 17, (serão entregues) mais 2 milhões de doses. Total de 5,3 milhões para vacinação dos brasileiros. É um número recorde em volume de entregas do Instituto Butantan. O Butantan está trabalhando 24 horas por dia; são três turnos de trabalho para a preparação, o envase e a entrega das vacinas para os brasileiros de todo país. São Paulo cumpre o seu papel ajudando o Brasil”, destacou o Governador João Doria. Somente em março, o Butantan já garantiu 7,1 milhões de vacinas em quatro remessas, quantitativo superior a todo o mês de fevereiro, quando foram entregues 4,85 milhões de doses. Até o final deste mês, o Butantan entregará ao país 22,6 milhões de doses. No final de abril, o número de vacinas garantidas por São Paulo ao PNI somará 46 milhões. O Butantan ainda trabalha para entregar outras 54 milhões de doses para vacinação dos brasileiros até 30 de agosto, totalizando 100 milhões de unidades. A produção da vacina segue em ritmo constante e acelerado. No último dia 4, uma remessa de 8,2 mil litros de IFA (Insumo Farmacêutico Ativo), correspondente a cerca de 14 milhões de doses, desembarcou em São Paulo para produção local. Outros 11 mil litros de insumos enviados pela biofarmacêutica Sinovac, parceira internacional no desenvolvimento do imunizante mais usado no Brasil contra a COVID-19, chegaram ao país em fevereiro. Com o aporte regular de matéria-prima, o Butantan formou uma força-tarefa para acelerar a produção de doses da vacina para todo o país. Uma das medidas foi dobrar o quadro de funcionários na linha de envase para atender a demanda urgente por imunizantes contra o coronavírus.

Autor(es): Brasil. Governo do Estado de São Paulo Idioma: Português Duração: 1 vídeo do youtube (1:13:49 min): son., color. Publisher: Governo do Estado de São Paulo
Assunto(s): Betacoronavirus/imunologia, Infecções por Coronavirus/prevenção & controle, Pneumonia Viral/prevenção & controle, Pandemias/prevenção & controle, Vacinas Virais/provisão & distribução, Programas de Imunização/provisão & distribução, Quarentena/organização & administração, Número de Leitos em Hospital/estatística & dados numéricos, Unidades de Terapia Intensiva/estatística & dados numéricos, Monitoramento Epidemiológico, Hospitais/provisão & distribução, COVID-19, Plano São Paulo, Doria, João, Coronavac, Instituto Butantan, Sinovac Biotech, Hospital de Campanha Metropolitano
  • Compartilhar
  • Informar um erro
    [X]
    Razão
    [X]
    Obrigado por informar este problema.
    Problemas de comunicação. Por favor tente novamente.

More related

...