Ativar JavaScript Multimídia | Portal Regional da BVS
Portal Regional da BVS

Portal Regional da BVS

Virtual Health Library (VHL = BVS) – integrated search with LILACS and VHL databases

Especial coronavírus: saiba como identificar e se proteger dessa doença

Special coronavirus: learn how to identify and protect yourself from this disease

https://soundcloud.com/ministeriodasaude/especial-coronavirus-saiba-como-identificar-e-se-proteger-dessa-doenca

Coleção: MinSaúde

A partir do dia 20 de março, o Brasil entra no outono e é a partir dessa estação do ano que a temperatura começa a cair na maior parte do país, principalmente do Centro-Oeste ao Sul do Brasil. Por causa disso, nesse período aumentam os casos de pessoas com doenças respiratórias. É justamente aí que se enquadra o coronavírus, então todo cuidado é pouco para se proteger contra essa doença. E para que você entenda a diferença entre gripe, resfriado e coronavírus, ouça a explicação do secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Oliveira. “Resfriado é o mais leve deles e a febre é muito rara e geralmente febre baixa. Já o coronavírus e a gripe é esperado que se tenha febre. O coronavírus ele também pode provocar bastante tosse, é uma tosse seca, gripe também acomete com tosse. Dor de garganta é muito comum no resfriado, mas na gripe e no coronavírus acontece às vezes. Espirro é mais comum no resfriado, agora, no coronavírus e na gripe não, não é muito comum. Tem outras manifestações como dores no corpo, cansaço, dor de cabeça”. A melhor forma de evitar o coronavírus é se protegendo. Por isso, o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, dá dicas de como diminuir o risco de contágio. “Lavar as mãos com frequência; cobrir a boca ao tossir e espirrar, com a parte de dentro do cotovelo, com lenço descartável; e evitar de trabalhar e estudar se tiver doente; evitar ir para locais aglomerados se tiver doente; fazer os cuidados gerais. E principalmente ter uma boa alimentação, um boa noite de sono e repouso neste momento para recuperação”. O Brasil possui mais de 42 mil postos de saúde capazes de atender 90% dos casos de coronavírus. Apesar disso, é importante que a pessoa só procure os serviços de saúde quando apresentar os sintomas iniciais do vírus, como febre, tosse, dor de garganta e dificuldade respiratória. Reportagem, Janary Damacena.

Autor(es): Brasil. Ministério da Saúde Idioma: Português Duração: 1 áudio digital (2:09 min) : digital, estéreo Publisher: Ministério da Saúde
Assunto(s): Betacoronavirus, Pneumonia Viral/epidemiologia, Brasil/epidemiologia, Infecções por Coronavirus/prevenção & controle, COVID-19
  • Compartilhar
  • Informar um erro
    [X]
    Razão
    [X]
    Obrigado por informar este problema.
    Problemas de comunicação. Por favor tente novamente.

More related

...