Ativar JavaScript Multimídia | Portal Regional da BVS
Portal Regional da BVS

Portal Regional da BVS

Virtual Health Library (VHL = BVS) – integrated search with LILACS and VHL databases

Gravidez na adolescência - Parte 1 e Parte 2

Teenage pregnancy - Part 1 and Part 2

http://www.youtube.com/watch?v=EGIfRJ-CfrA

Coleção: Saúde em Questão

Programa produzido para o Canal 2 Profissional, veiculado na Rede São Paulo Saudável da Secretaria Municipal da Saúde, com a apresentação do Dr. Paulo Fernando Constâncio de Souza. Nesta edição o programa Saúde em Questão do dia 27 de junho, recebeu a médica ginecologista do Hospital Cachoeirinha, Ana Marta Monteiro, e a psicóloga do Hospital Cachoeirinha, Elisa Chalem para falarem sobre gravidez na adolescência. Especialmente este programa foi dividido em duas partes. Na primeira parte do programa o apresentador Dr. Paulo Fernando e as convidadas abordaram assuntos que envolvem desde o início da adolescência, a relação entre os pais e filhos, a gravidez nesta fase e suas consequências. A adolescência é uma fase bastante conturbada na maioria das vezes, em razão das descobertas, das ideias opostas, formação da identidade, fase na qual as conversas envolvem namoro, brincadeiras e tabus. Segundo a psicóloga, Elisa Chalem, e a médica ginecologista, Ana Marta Monteiro, é fundamental a conversa dos pais e filhos sobre essa nova fase da vida. É preciso falar sobre sexo, preservativos, as consequências e dar abertura para que o filho confie nos pais para esses assuntos. Na segunda parte do programa sobre gravidez na adolescência, as convidadas Elisa Chalem, psicóloga do Hospital Cachoeirinha, e a Ana Marta Monteiro, médica ginecologista do Hospital Cachoeirinha, deram sequência aos assuntos abordados no programa anterior. O Hospital Cachoeirinha é um centro de referência em gestação de alto risco, cuidando em sua maioria da gravidez de adolescentes. Segundo a psicóloga, cada vez mais as meninas engravidam precocemente, e seu trabalho é orientar essas jovens para que saibam lidar com essa nova experiência, não abortem e cuidem de sua saúde. "Se a gente não aproveitar essa oportunidade (de orientar), vai ter sim a repetição do modelo materno", disse Elisa. Ou seja, é preciso orientar desde cedo a adolescente grávida para que sua filha, por exemplo, não siga os passos da mãe e engravide precocemente também. Além de ser uma gravidez de alto risco, algumas adolescentes não se preocupam com sua saúde e a saúde do bebê. Por isso, é preciso o acompanhamento dos médicos nessa fase. Infelizmente o uso de drogas na gestação hoje em dia está muito mais presente do que estava antigamente, o que, se não for evitado, pode causar problemas futuros para a criança. É muito importante o acompanhamento dos médicos desde o descobrimento da gravidez até o parto. É preciso auxiliar as jovens mães a não cometerem deslizes e cuidarem de sua saúde e a da criança., pt

Autor(es): São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde. Coordenação de Gestão de Pessoas. Escola Municipal de Saúde. Núcleo de Comunicação e TV Corporativa, São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde. Rede São Paulo Saudável. Canal Profissional Idioma: Português Duração: (31:38 min.)Vídeo (30:11 min.) Publisher: EMS. NCTVC
Assunto(s): Gravidez não Planejada, Gravidez de Alto Risco
  • Compartilhar
  • Informar um erro
    [X]
    Razão
    [X]
    Obrigado por informar este problema.
    Problemas de comunicação. Por favor tente novamente.

More related

...