Enable JavaScript
vitrinas

vitrinas

Vitrines do conhecimento

VIH – AIDS

Conteúdo atualizado em: 11/04/2021

Quase 25 milhões de pessoas vivem com HIV e em todo o mundo, 1,7 milhões adquirem o vírus a cada ano e 770.000 morrem de doenças relacionadas à AIDS. Mesmo sem uma vacina e a possibilidade de cura para a infecção, hoje o conhecimento científico, as novas tecnologias e estratégias são suficientes para eliminar a AIDS como um problema de saúde pública na próxima década, ou seja, que muito poucas pessoas serão infectadas, que quase todos conhecerão seu diagnóstico, que aqueles que têm HIV terão acesso a medicamentos anti-retrovirais para garantir-lhes uma vida de qualidade e que não morrerão de causas relacionadas à AIDS. Isto significa ter acesso fácil a testes rápidos de HIV, principalmente pelas populações mais afetadas; a adoção nos países do uso de autoteste; o fornecimento de drogas para prevenir o HIV (por exemplo PrEP e PEP), a importância de alcançar e manter a supressão da carga viral (i = i), a abordagem de redução de danos, a integração dos serviços de HIV/DST com serviços de saúde sexual e reprodutiva descentralizados e amigáveis, educação sexual abrangente, a eliminação da discriminação e da violência contra até mesmo as pessoas vivendo com HIV e as pessoas em maior risco, e o respeito aos direitos humanos.

Fortalecimento das funções de liderança, governança, planejamento estratégico e informação

Formular ou atualizar planos ou estratégias nacionais relacionados à infecção pelo HIV e DST, a fim de acabar com a epidemia de AIDS e DST como um problema de saúde pública, de acordo com os planos e estratégias globais e regionais.

 

*Publicação: WHO HIV Policy Adoption and Implementation Status in Countries

Fortalecimento do quadro político para a promoção da saúde, prevenção, diagnóstico, cuidados e tratamento do HIV e das DSTs

* Revisar e atualizar diretrizes e padrões para promoção da saúde, prevenção, diagnóstico, cuidados abrangentes e tratamento de DSTs, infecção pelo HIV e co-infecções

* Implementar e expandir a cobertura das principais intervenções para a promoção da saúde, prevenção, diagnóstico, cuidados e tratamento da infecção pelo HIV

* Implementar e ampliar a cobertura das principais intervenções para a prevenção, diagnóstico e tratamento de DSTs, incluindo a eliminação da transmissão mãe-filho da sífilis

* Implementar estratégias para a prevenção e controle da resistência ao HIV e das DSTs a antimicrobianos

Acesso amplo e equitativo a serviços abrangentes e de boa qualidade para a infecção pelo HIV e pelas DSTs

* Aumentar o acesso equitativo a intervenções para a prevenção combinada de infecções pelo HIV e pelas DSTs em populações-chave, bem como a cobertura das mesmas.

* Melhorar a qualidade dos cuidados e tratamento da infecção pelo HIV

* Promover e reforçar a participação efetiva da sociedade civil na promoção da saúde, prevenção, diagnóstico, cuidados e tratamento do HIV e das DSTs

Aumento e melhoria do financiamento da resposta ao HIV e às DSTs, com equidade e uso eficiente dos recursos para alcançar a sustentabilidade

* Assegurar o acesso universal aos serviços de prevenção, diagnóstico, cuidados e tratamento do VIH e das IST financiados por recursos nacionais.

* Promover a eficiência na compra de medicamentos e outros produtos estratégicos para a infecção pelo HIV e DST