Ativar JavaScript
Portal Regional da BVS

Portal Regional da BVS

Virtual Health Library (VHL = BVS) – integrated search with LILACS and VHL databases

Estrategia Mundial para Hanseníase 2016-2020

Estrategia Mundial para Hanseníase 2016-2020 Aceleração rumo a um mundo sem hanseníase
Cursos, REAs Recursos educacionais abertos e materiais educativos
Pilar I Fortalecer o controle, a coordenação e a parceria do governo
Guias e diretrizes para pratica clínica
Pilar II Combater a hanseníase e suas complicações
Informes Técnicos de la OPAS/OMS
Pilar III Combater a discriminação e promover a inclusão
Perguntas frequentes

Programa Regional Hanseníase - OPS Lepra

Site da OPAS dedicado ao Programa Regional da Hanseníase que facilita o acesso a conteúdos selecionados sobre o assunto, especialmente aqueles produzidos pela Organização: materiais científicos e técnicos, materiais de comunicação, documentos de política e estratégias. (em espanhol)

BVS Hanseníase Brasil
Iniciativa do Instituto Lauro Sousa Lima, do Brasil, que oferece uma Biblioteca dedicada ao tema com o objetivo de promover o acesso e o intercâmbio de informações clínicas e epidemiológicas, contribuindo para a erradicação da hanseníase em todo o mundo.

Dia Mundial contra a Hanseníase 2019

Site da OPAS dedicado a promover o Dia Mundial Contra a Hanseníase em 2019: materiais de comunicação, cartões postais, notícias relacionadas, galeria de fotos e outros materiais relevantes. (em espanhol)

Global Leprosy Programme

Site da SEARO / OMS dedicado ao Programa Global para Hanseníase que destaca as publicações da SEARO, bem como outras informações e dados relevantes sobre a Lepra na região do Sudeste Asiático e no mundo. (em inglês).

Janeiro Roxo - Dia mundial de luta contra a Hanseníase
Campanha do Brasil durante todo o mês de janeiro, com ações que chamam a atenção da população e dos profissionais de saúde para os sinais e sintomas e alerta para a importância do diagnóstico precoce, tratamento oportuno e ações de controle da hanseníase.

International Federation of Anti-Leprosy Associations

ILEP uma federação de 13 organizações internacionais não governamentais unidas para criar um mundo livre da hanseníase. Promove a Campanha Triplo Zero para atingir o objetivo de zero transmissão, zero de incapacidades por hanseníase e zero discriminação contra as pessoas afetadas. 

Programa de Hanseníase da OMS   (em inglês)

Site do Centro de Documentação da OMS que reúne informações selecionadas sobre o Programa de Hanseníase  (WHO Leprosy Program), incluindo as Resoluções da OMS, diretrizes clínicas para o diagnóstico, tratamento e prevenção da Hanseníase; Relatório de consultoria (Report of the informal consultation on stopping discrimination and promotion inclusion of persons affected by Leprosy 2017)  e outros materiais.

Hanseníase: Nós estamos falhando com nossas crianças (em espanhol)
As crianças estão entre as mais vulneráveis à hanseníase e enfrentam profundas alterações em suas vidas devido às deficiências físicas e estigmas associados a essa doença (nota referenciada por especialista da ONU).

 

 

NRL sitio Web
Organização internacional não governamental  que atua como um dos principais agentes de mudança na luta contra a hanseníase.

Videos

Seleção de Recursos Multimídia disponíveis na BVS sobre o tema.

Infográficos
Sobre as Doenças Infecciosas negligenciadas.

Estrategia Mundial para Hanseníase 2016-2020

O tema do Dia Mundial contra a Hanseníase de 2019 tem como foco acabar com o estigma, a discriminação e o preconceito contra as pessoas afetadas por esta doença. A campanha visa aumentar a conscientização sobre o impacto que a discriminação e o estigma social têm sobre as pessoas afetadas pela hanseníase e sobre como essas atitudes dificultam os esforços para impedir a propagação da doença. Atualmente, a hanseníase é uma doença facilmente curável.

A Estratégia Mundial para Hanseníase 2016-2020 está estruturada em três pilares.

Fortalecer o controle, a coordenação e a parceria do governo

O primeiro pilar se concentra em questões, parcerias, políticas e estratégias de governança e abrange as seguintes áreas-chave de intervenção:

  • Assegurar compromisso político e recursos suficientes para os programas de combate à hanseníase.
  • Contribuir para a cobertura universal de saúde com uma ênfase especialem crianças, mulheres e populações subatendidas, inclusive migrantes e
    pessoas deslocadas.
  • Promover parcerias com atores estatais e não estatais e promover colaboraçãoe parcerias intersetoriais no âmbito internacional e nacional.
  • Facilitar e realizar pesquisas básicas e operacionais sobre todos os aspectos da hanseníase e maximizar a base de evidências para orientar políticas, estratégias e atividades.
  • Fortalecer sistemas de vigilância e informação em saúde para monitoramento e avaliação do programa (inclusive sistemas de informações geográficas)

Busca na BVS

Combater a hanseníase e suas complicações

O segundo pilar inclui atividades essenciais na área médica e epidemiológica:

  • Reforçar a conscientização dos pacientes e da comunidade sobre a hanseníase.
  • Promover a detecção precoce de casos mediante busca ativa (por exemplo, campanhas) em áreas de maior endemicidade e manejo dos contatos.
  • Assegurar o início imediato e a adesão ao tratamento, o que inclui o trabalho para melhorar os esquemas de tratamento.
  • Melhorar a prevenção e o manejo das incapacidades.
  • Reforçar a vigilância da resistência aos antimicrobianos, incluindo a rede de laboratórios.
  • Promover condutas inovadoras para capacitação, referência e manutenção do conhecimento especializado em hanseníase, como a e-Saúde.
  • Promover intervenções para a prevenção da infecção e da doença.

Busca na BVS

Combater a discriminação e promover a inclusão

Os aspectos socioeconômicos e de integração compõem o terceiro pilar:

  • Promover a inclusão social mediante abordagem de todas as formas de discriminação e estigma.
  • Empoderar pessoas afetadas por hanseníase e fortalecer sua capacidade de participar ativamente nos serviços de hanseníase.
  • Incluir as comunidades em ações para a melhoria dos serviços de hanseníase.
  • Promover a formação de coalizões entre as pessoas afetadas pela hanseníase e incentivar a integração dessas coalizões ou de seus membros com outras organizações comunitárias.
  • Promover o acesso a serviços de apoio social e financeiro, como facilitar a geração de renda, para pessoas afetadas por hanseníase e suas famílias.
  • Apoiar a reabilitação na comunidade para pessoas com incapacidade relacionada à hanseníase.
  • Trabalhar para abolir leis discriminatórias e promover políticas que facilitem a inclusão de pessoas afetadas pela hanseníase.

Busca na BVS

Teste seus conhecimentos

Dia Mundial contra Hanseníase: Teste seu conhecimento (em espanhol)

Questionário: Quanto você sabe sobre a hanseníase? desenvolvido pelo Programa Regional de Hanseníase da OPAS / OMS com perguntas simples sobre a hanseníase

Dia mundial contra Hanseníase 2019: Teste destrói mitos (em espanhol)

Ainda existem muitos mitos em torno desta "antiga" doença, que ainda afeta milhões de pessoas hoje. Você é capaz de distinguir entre mito e realidade quando se trata de hanseníase? Teste você mesmo