Placenta no início da gravidez é mais sensível à infecção por zika

http://jornal.usp.br/ciencias/ciencias-da-saude/placenta-no-inicio-da-gravidez-e-mais-sensivel-a-infeccao-por-zika/

Estudo do Instituto de Química (IQ) da USP e do Instituto Butantan em parceria com a Universidade de Missouri (Estados Unidos), revelou que a placenta das gestantes com até três meses de gestação é até 30 vezes mais sensível à infecção pelo vírus zika do que no fim da gravidez. A pesquisa utilizou células-tronco para reproduzir as células da placenta jovem e identificou genes de quatro receptores virais, que favorecem a entrada do vírus. A placenta jovem também não possui interleucinas, moléculas de defesa contra vírus. O estudo, descrito em artigo da revista PNAS, ajudará no desenvolvimento de marcadores genéticos de propensão da infecção em gestantes e no desenvolvimento de testes para um soro protetor contra o vírus.

Originador(es): Jornal da USP
Recurso adicionado em: 16/02/2017
Idiomas disponíveis: Português
Gestantes, Placenta/anormalidades, Zika virus, Infecção pelo Zika virus, Primeiro Trimestre da Gravidez
  • Compartilhar
  • Sugerir uma palavra-chave
    [X]
    Sugestões
    Separadas por virgula
    [X]
    Obrigado por sua sugestão.
    Problemas de comunicação. Por favor tente novamente.
  • Informar um erro
    [X]
    Motivo
    Novo Link (opcional)
    [X]
    Obrigado por informar este problema.
    Problemas de comunicação. Por favor tente novamente.
comments powered by Disqus