Dia Mundial da Hanseníase: 2017

Dia Mundial da Hanseníase

Detecção proativa e precoce é essencial para acabar com deficiências relacionadas à hanseníase em crianças
Embora os casos de hanseníase nas Américas tenham diminuído mais de 30% na última década, alguns países ainda registram essa doença, o que mostra a necessidade de manter as medidas de controle para sustentar os avanços. A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) tem chamado a atenção para o trabalho de detecção proativa e diagnóstico precoce com o objetivo de zerar os casos de deficiência relacionados à hanseníase em crianças.

A hanseníase é uma doença infecciosa crônica causada por bactérias. Afeta principalmente a pele, os nervos periféricos, a mucosa do trato respiratório superior e os olhos. A detecção precoce dos casos reduz consideravelmente o risco de deformidades e incapacidade entre os pacientes. A hanseníase tem cura e o medicamento que é capaz de tratá-la é gratuito em todos os países.

Acesse a matéria completa no site da OPAS/Brasil

Saiba mais: